O 17 de abril de 2016 já entrou para a história!
Não apenas por ser o dia em que o segundo pedido de impeachment do Brasil foi aceito e votado pela Câmara de Deputados, mas também pela grande taxa de engajamento das redes sociais.

Imagem 1

Aficcionados pela chamada “transmissão segunda tela” e pela cultura dos memes, o brasileiro usa as redes sociais para falar de tudo, sendo que o número de publicações é muito maior em alguns dias específicos. Não é sem motivos que o Brasil é Trending Topics no Twitter.

Um dos temas mais engajadores de público das redes sociais é a política. Não é nenhuma novidade os grandes embates entre a direita e esquerda nos palcos das timelines do Facebook, Instagram e Twitter – aliás, acontecem desde a última votação presidencial. Como esquecer dos debates entre os candidatos nas grandes emissoras ou do dia da votação do 2º turno para presidente lá em 2014? Novamente a quantidade de memes por segundo foi devastadora.

Imagem 2

Tão épico quanto os outros dias citados, o processo de impeachment iniciado no dia 17 de abril foi destaque nacional e internacional, e movimentou as redes sociais mostrando as preferências dos internautas. Conforme um estudo realizado pela SPRINKLR utilizando a ferramenta Scup, 77% das menções gerais nas redes sociais foram favoráveis ao governo.

imagem 3 (1)

Denominado de #ImpeachmentDay, o assunto foi Trending Topics mundiais, aparecendo em 1º lugar. A #NaoVaiTerGolpe ficou praticamente empatada com a #ForaDilma em 2º lugar.

Imagen 5Ainda citando o Twitter, 85% das menções foram contrárias ao impeachment. Já no Instagram, 60% das menções foram favoráveis processo de impedimento, o que mostra como são diferentes os perfis de usuários das duas redes.

Homens se engajaram mais nas redes sociais para comentar o assunto do que as mulheres. Entre as citações, Dilma foi a campeã de menções, seguida por Temer, Lula e Jair Bolsonaro.

As desculpas usadas pelos deputados para votar também foram foco e ganharam as mais variadas abordagens, inclusive essa compilação das melhores.

Além dos melhores e mais criativos memes, o processo de impeachment também rendeu os mais variados materiais, como um joguinho onde é possível ajudar a Presidenta Dilma a evitar o processo de impeachment fugindo de coxinhas, manifestantes, William Bonner, Sérgio Moro e até o Japonês da Federal. Os bônus que a Dilma em 8-bit encontra pelo caminho facilitam muito a jornada, incluindo o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida e os PACs.

Mais do que apenas fazer rir, os memes do dia 17 de abril também conseguiram informar, já que não foram poucas as pessoas que acompanharam os acontecimentos apenas pelas redes sociais. Na votação do impeachment ficou claro que, mais uma vez, quem ganhou foi a internet.

imagem 6